Anuncie aqui

Banheiros de praça pública têm furtos, venda de drogas e sexo

0 120

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

A Cidade

A grande quantidade de moradores em situação de rua em Votuporanga ganhou a Tribuna da Câmara na sessão de ontem. Dentre as reclamações, a vereadora Sueli Friósi (PTB) denunciou problemas com furtos, o livre consumo de drogas e até atos sexuais na Praça São Bento.

Sueli sugeriu que a Secretaria de Direitos Humanos abra vagas no programa “Votuporanga em Ação” para atender as pessoas que vivem nas ruas e praças do município.

“Me trouxeram relatos dizendo que os moradores de rua, que lá criam pontos de moradia, inclusive, com furtos as pessoas que usam a praça como caminho, estão utilizando os banheiros públicos de forma incorreta, afim de usarem drogas, bebidas alcoólicas, atos sexuais e tomando banho nus na fonte. Proponho ao Secretário de Direitos Humanos que abra vagas no programa ‘Votuporanga em Ação’, para dar uma oportunidade de trabalho. Podendo desta forma, tirar das ruas aqueles que tem interesse”, disse.

A vereadora completou afirmando que Votuporanga tem a Casa Abrigo, que está pronta para estender a mão e acolher os moradores, desde que se cumpram as regras do local. “Como qualquer outra casa, lá possui regras. Vamos voltar a dar esperança a essas pessoas, oferecendo emprego, ajuda e oportunidades”, concluiu.

Reclamação recorrente

Sueli não foi a única a tocar no assunto. Daniel David disse que também recebeu reclamações sobre os moradores de rua, porém em relação à praça Santa Luzia. Segundo ele, a secretaria de Direitos Humanos esteve lá e os direcionou a abrigos, porém, a situação ainda segue complicada.

“Não sei de onde estão vindo tantos moradores de rua ultimamente. Acabei de receber uma ligação da Santa Casa, dizendo que um senhor chamado Jaime, que sexta-feira colocaram ele no ônibus, pagaram a passagem para ele ir embora para sua cidade e ele está de volta hoje, na Santa Casa, de alta, mas não tem onde ficar”, relatou o edil.

Direitos Humanos

Sobre esse assunto, o vereador licenciado e secretário de Direitos Humanos, Emerson Pereira, disse, em suas redes sociais, que esteve anteontem nas praças São Bento e Matriz onde foram atendidas cinco pessoas, dentre elas duas transexuais, que receberam passagens para voltarem às suas cidades de origem.

Ainda de acordo com o secretário, foi realizada a entrega de kits de higiene pessoal, álcool em gel e máscara de proteção contra o coronavírus, bem como fornecidas roupas pelo Fundo Social de Solidariedade.

Além disso, segundo ele, quatro pessoas em situação de rua foram inseridas no mercado de trabalho por meio do programa “Votuporanga em Ação 2”, além do encaminhamento de um paciente para atendimento emergencial na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para tratamento psiquiátrico.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Comments
Loading...