Anuncie aqui

Fernandópolis, Votuporanga e Jales assinam adesão a consórcio para compra de vacinas

0 96

Os prefeitos de Fernandópolis, Jales e Votuporanga, André Pessuto (DEM), Luiz Henrique Moreira (PSDB) e Jorge Seba (PSDB), respectivamente, assinaram nesta quinta-feira, 4, termo de adesão ao consórcio público criado pela FNP – Frente Nacional de Prefeitos – para a compra de vacinas contra a Covid-19. A assinatura ocorreu durante uma entrevista coletiva que reuniu os prefeitos das três cidades.

O plano do consórcio prevê a compra de vacinas, e também de insumos, como seringas, freezer e até algodão. A ideia é que as prefeituras possam comprar as vacinas caso o Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde, não seja capaz de suprir toda a demanda. “O consórcio não é para comprar imediatamente, mas para termos segurança jurídica no caso de o Plano Nacional de Imunização não dar conta de suprir toda a população. Nesse caso, os prefeitos já teriam alternativa para isso”, afirmou o presidente da FNP, Jonas Donizette.

Na região, além das três cidades, Rio Preto, Ariranha, Barretos, Catanduva, Fernando Prestes, Meridiano, Nova Granada, Novo Horizonte, Orindiúva e Planalto também aderiram ao consórcio.

No mesmo encontro, os prefeitos de Fernandópolis e Votuporanga assinaram adesão ao termo de intensão já manifestado por Jales para compra de vacinas da Sputinik da Rússia. Jales havia manifestado interesse de compra de 45 mil doses junto a Embaixada da Rússia e é a terceira na fila de eventual compra. Como Jales, convidou Fernandópolis e Votuporanga para entrar nesse pedido, o pedido de vacina será aumentado. 

Os prefeitos anunciaram ainda o endurecimento de medidas, além daquelas preconizadas pelo Plano SP. As três cidades vão suspender aulas presenciais nas escolas estaduais e particulares e lockdown total aos sábados e domingos. Os três prefeitos anunciaram  rigor na fiscalização para coibir abusos. 

cidadão.net

Comments
Loading...